Andréa Barbosa

Quem sou eu ?

Andrea É um tanto demorado dizer quem sou. Pois são anos de construção do meu próprio eu. Uma bebezinha linda, a primeira filha. A oradora do ABC. Que conheceu a realidade como é. Em casa, na rua, no lixo. A escola pública e particular. Viagens. A mentira e a verdade. A vida e a morte. A adolescente que mesmo rebelde conseguiu o carinho de seus pais e a música já fazia parte de sua vida. A tentativa nos instrumentos musicais. A paixão pelos livros. O espírito revolucionário que a fez gritar e se expor em praça pública os direitos dos professores de rede pública, mesmo na época sendo de escola particular. O desejo de justiça em ver a violência tomar de conta, fez a mesma a gritar por paz com dezenas de alunos em um trio elétrico. Os projetos. Voluntarismo. Coisas escritas. Diários feitos e refeitos. A pernambucana, que soube ser maranhense e que hoje vive como piauiense.
O descobrimento de uma paixão que virou amor: o Direito. E nele se entrelaçou com uma matéria propedêutica que enlaça a cada minuto, segundo e milésimos de segundos. Com garra e coragem, sem medo de errar, caindo e levantando, uma pessoa com defeitos e qualidades. Mas não uma pessoa qualquer. Porque sou o fruto dessa linha que nem uma tesoura pode tirar.

E assim me construo por uma visão melhor.

Nada foi tão forte do que ser entrelaçada por dois seres: a Sociologia e a Arco-íris.” (Andréa Barbosa)

4 comentários:

shara jane 6 de agosto de 2009 04:29  

Andrea é um ser único mesmo! Dedicada, decidida e delicada. Encanta na hora que chega, e não se faz de rogada vai logo se entrossando com a maior elegancia e distinção. Por isso é minha monitora, porque nos encantamos uma pela a outra alguns dias atrás mas parece que foi há muito muito tempo. Estou imensamente feliz de tê-la perto de mim este semestre!

Patricia 6 de agosto de 2009 08:50  

Querida Andréa, adorei conhecer você!Meiga, atenciosa e encantadora. Espero que consigamos fazer um bom trabalho.Sucesso para você!

Rayla Cavalcanti 6 de agosto de 2009 10:13  

Andréa? simplesmente uma pessoa unica, incomparavel e inexplicavel,uma menina que encanta a todos com seu jeito doce, uma menina de ouro na qual eu tenho orgulho de dizer, que é minha prima, e não posso deixar de falar que tenho uma admiração imensa por sua pessoa, que me transmite uma felicidade imensa com sua face encantadora, minha admiração e meu amor por você é tão grande que todas as gotas do oceano são insuficientes para descrever tamanha admiração. !
Uma menina de ouro, na qual seu valor é indescutivel,possui um valor igual ao de rubis..
, não tenho palavras a descrever a pessoa que você és. Desejo sucesso em sua vida a cada dia mais, e saiba que sempre estarei aqui torcendo por você.!

Marianny 17 de agosto de 2009 15:59  

Realmente ÚNICA!eu tenho mta sorte msm de ter topado com a andrea pq j-a-m-a-i-s poderia conhecer uma pessoinha taum amiga,gentil,inteligente,interessada,batalhadora, especial...e com tantas outras qualidades!(pq eu num vou fik aki puxandu teu saco!hehehheheheheh)mas que tambén tem defeitos e tenta amenizá-los! a Andréa tem uma luz mta especial dentro dela, vários talentos q a levaram longe!Estarei sempre torcendo por você!

Postar um comentário

Enlinhando comentários

Apresentacão

Este blog foi criado para dar vazão a nossa arte de criar argumentos sócio-jurídicos. Queremos celebrar a voz humana. Libertá-la de quaisquer amarras. Por isso, não tenha medo, neste espaço, de dizer o que sente, o que pensa e o que faz! Nossas aulas serão ainda mais valiosas se você partilhar conosco suas idéias, conceitos e jeitos de ser e viver. Por isso não se faça de rogado(a), tire as sandálias, se assente e ocupe um lugar entre nós. Porque a celebração da voz humana quando “[...] é verdadeira, quando nasce da necessidade de dizer [...] não encontra quem a detenha. Se lhe negam a boca, ela fala pelas mãos, ou pelos olhos, ou pelos poros, ou por onde for. Porque todos, todos, temos algo a dizer aos outros, alguma coisa, alguma palavra que merece ser celebrada ou perdoada.” (Eduardo Galeano).